/

Agressor de recepcionista em Alter do Chão foi notificado pela Vigilância Sanitária e será processado

Começar

Enfim notificado. O chileno Pablo Leonardo Aguilar, responsável por agredir um funcionário do restaurante “Do Italiano”, localizado em Alter do Chão foi notificado pela Vigilância Sanitária por descumprir o decreto nº 1071/2021 que obriga a apresentação do comprovante de vacinação em locais públicos e privados de grande circulação de pessoas. O agressor estava sendo procurado pela equipe de vigilância sanitária há mais de uma semana. Na manhã de ontem, 20, ele foi notificado por uma equipe acompanhada da Polícia Militar. Pablo Aguilar terá de comparecer à sede do órgão para explicar a infração.

Pablo Aguillar foi notificado pela Vigilância Sanitária. Imagem: Divulgação/Divisa

Sobre a agressão cometida contra o recepcionista Adriano Cardoso, um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para apuara o caso. Tanto Adriano quanto a proprietária do restaurante Fátima Viana, prestaram queixas contra o agressor. O funcionário esta afastado das funções para cuidar das lesões causados pela agressão de Pablo.

Por descumprir o decreto, Pablo pode responder administrativamente com uma multa diária de R$150,00 conforma previsto. Já pelo crime de lesão corporal ele pode responder criminalmente.

Segundo informações do portal OESTADONET, Adriano, o funcionário agredido irá processar Pablo pelo crime.

.

Relembre o caso:

Na noite do ultimo dia 15 de dezembro, quarta-feira, o chileno Pablo Aguilar, agrediu com socos e empurrões o recepcionista do restaurante “Do Italiano”, Adriano Cardoso, por se recusar a apresentar o comprovante de vacinação contra a covid-19 para entrar no local.

Pablo agrediu o funcionário e entrou a força no local o chileno foi expulso do recito pela proprietária do restaurante que também prestou queixa contra o agressor pelo ocorrido com seu funcionário.

Em depoimento a Polícia, Pablo negou que o motivo da agressão, foi a recusa pela apresentação do comprovante de vacinação.

A exigência do comprovante vacinal em ambientes públicos em todo o estado do Pará é obrigatória desde o dia 6 de dezembro, por decreto do governo do estado, Decreto Estadual No 2.044/2021.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD