//

Aumento de casos de covid no oeste do Pará preocupa especialistas: “terceira onda”

Todos os municípios registraram aumento de casos no mês de novembro

Começar

Especialistas do Laboratório de Biologia Molecular (Labimol) da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), alertam para o que chama de “terceira onda” de covid na região oeste do Pará. O Labimol, que trabalha em parceria com a Secretaria de Saúde do Pará, atende 20 municípios da região, abrangendo cerca de um milhão de pessoas. 

Em comparação com o mês de setembro, novembro teve um aumento superior a 550% de casos da doença. Segundo o relatório divulgado no último dia 1º, dos 2.547 testes RT-PCR realizados no mês de novembro, 799, ou seja 31, 49%, foram positivos. Isso representa, de acordo com o laboratório, que o sistema de saúde começa a ser pressionado novamente.

De acordo com o Prof. Dr. Marcos Prado Lima, pesquisador do Labimol,  a primeira onda foi ocasionada pela variante Alfa, a segunda – no início  de 2021 – pela variante Gama e, agora, a terceira onda é causada pela variante Delta. Ele explica que o aumento de casos se espalhou por toda a região e não foram identificados municípios com números estabilizados ou com redução de casos.

O professor ainda chama atenção para o possível crescimento na quantidade de casos por conta das festas e confraternizações de fim de ano.

Números do Labimol:

Santarém – dos 1.820 testes RT-PCR realizados, 27,2% (495 testes) positivos e 72,8% (1.325 testes) negativos. 

Alenquer – dos 226 testes realizados, 48,2% (109 testes) positivos e 51,8% (117 testes) negativos.

Rurópolis – dos 165 testes realizados, 41,8% (69 testes) positivos e 58,2% (96 testes) negativos.

Mojuí dos Campos – dos 31 testes realizados: 54,8% (17 testes) positivos e 45,2% (14 testes) negativos. 

Juruti – dos 130 testes realizados: 40% (52 testes) positivos e 60% (78 testes) negativos. 

Óbidos – dos 96 testes realizados, 28,1% (27 testes) positivos e 71,9% (69 testes) negativos.

O último boletim informativo de covid da prefeitura de Santarém – o maior município da região oeste do estado – mostra que 19 dos 20 leitos de UTI exclusivos para covid estão ocupados no município. Já os leitos clínicos estão com 60% de ocupação, ou seja, 28 dos 46 leitos disponveis. Nos últimos 7 dias foram registrados 172 novos casos e três óbitos pela doença na cidade.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD