///

Danilo Lima | Chorando, influencer diz que tira o filho da escola, caso seja necessário vacinação

Começar

Desinformação! A vacinação infantil está tirando o sossego de alguns pais e mães. A influencer de Belém, Fabiola Soares, que aborda os temas “love, Family e transformação de alma”, se revoltou com a possibilidade de seu filho se vacinar contra a COVID-19 e declarou “eu não vou vacinar o meu filho”.

A influencer disse que é a favor da vacinação em adultos, mas que não vacinará o filho. Fabiola disse “ao invés de estarem preocupados em fechar escola e obrigar as escolas a receber o cartão de vacinação, obriguem os adultos a irem para festa e apresentar, de verdade, a carteirinha original de vacinação”.

Visivelmente abalada com a possibilidade do filho se vacinar, Fabiola chorou e declarou “vocês querem obrigar o meu filho a tomar vacina, criança morrendo aí, e a gente tem que ficar rindo achando que tá tudo certo para não ser cancelado na internet”. A influencer foi incisiva, “a escola do meu filho se obrigar, eu tiro ele da escola, mas não vou vacinar”.

Ela ainda afirma uma informação falsa de que crianças morreram por causa da vacina. A referência seria supostamente sobre um caso que cuculou nas redes sociais de um menino que teria morrido em João Pessoa, na Paraíba, após a vacinação contra a Covid-19. Entretanto, a informação é comprovadamente falsa. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou em nota para a imprensa que o menino não morreu em decorrência da vacinação.

Confira a nota na íntegra:

Circula nas redes sociais há alguns dias, um vídeo, supostamente ocorrido no estado da Paraíba, de um pai chorando a morte de seu filho e a causa seria um efeito adverso grave relacionado à vacinação contra Covid-19. Porém, não é verdadeira a informação de que tenha ocorrido nas Paraíba, tampouco que tenha sido um efeito da vacina contra Covid-19. Nenhum efeito adverso grave em decorrência da vacina foi registrado no estado.

A Secretaria Estadual de Saúde da Paraiba lamenta que a dor de um pai esteja sendo utilizada para espalhar notícias falsas sobre a campanha de vacinação contra Covid-19.

Até 21 de janeiro de 2022, a Paraiba atingiu a marca de 64% de sua população completamente vacinada contra a Covid-19 e reduziu a mortalidade pela doença em 90%, dado que reafirma que a vacinação é segura e eficaz.

Não acredite em notícias sensacionalistas veiculadas por quem não tem compromisso com a defesa da vida.

Em outro vídeo publicado nos stories, Fabiola diz que outras pessoas comentaram via direct que não são a favor da vacinação e diz que não se trata de uma opinião politica, entretanto, afirma uma informação não confirmada por nenhum órgão oficial de crianças que estariam passando mal por causa da vacinação.

É assustador o nível de desinformação espalhada pelo nosso país. É nítido o desespero de Fabiola, é lamentável que mesmo tendo acesso a informação, ela tenha caído no conto negacionista.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD