/

Duas mortes em um mês: Latam suspende serviço de transporte de pets

Suspensão do serviço vale somente no mercado brasileiro.

Começar

A companhia aérea Latam Airlines Brasil suspendeu por 30 dias o transporte de pets no porão das aeronaves. A medida foi tomada pela empresa após mais um cão ter morrido durante o transporte de Guarulhos (SP) para Aracaju (SE) nesta quinta-feira (14). Esta foi a segunda morte de pets sob a responsabilidade da empresa em um mês.

A suspensão só vale para o mercado brasileiro e a empresa declarou que quem já comprou o serviço terá as opções de seguir com o transporte, adiá-lo ou pedir reembolso.

A nutricionista Julia Comte, expôs em suas redes sociais a morte de Weiser, cachorro da raça American bully, que era do irmão dela, foi entregue já morto em Aracaju. Segundo ela, a viagem estava marcada para às 12h30, mas o pet precisou ser entregue às 8h da manhã à companhia. Julia relatou ainda que Weiser iria com o irmão na cabine, como ocorreu no voo de ida, mas na hora do embarque a companhia informou que ele teria que ser despachado. 

Em nota a Latam disse estar consternada com o ocorrido e que está à disposição dos tutores e ainda que Weiser roeu a caixa de transporte e se asfixiou. A empresa disse ainda que “neste lamentável evento, cumpriu todos os processos de forma correta”.

Outro caso de morte de pets sob a responsabilidade da companhia ocorreu no dia 14 de setembro. Um Golden Retrevier morreu no transporte do Rio de Janeiro para São Paulo. A dona acusou a empresa de maus tratos. 

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD