/

Escola de Belém faz alerta aos pais sobre conteúdo da série Round 6

“Teor inapropriado para a idade dos alunos” afirma a escola.

Começar
Batatinha frita 1,2, 3! A boneca que aterrorizou os fãs da produção coreana. Foto: reprodução Netflix

Round 6 é um fenômeno! A série coreana se tornou a produção de língua não inglesa mais vista da história da Netflix, ultrapassando o outro sucesso do streaming, a série espanhola “La casa de papel”.


Entretanto, a produção de classificação indicativa de 16 anos tem preocupado pais e educadores pelo Brasil. Por se tratar de um fenômeno, e “hit” em todas as redes sociais, a série atrai enorme público. Entre eles, os mais jovens.

A história gira em torno de 456 pessoas com dívidas exorbitantes que precisam desesperadamente de dinheiro. Elas aceitam participar de um jogo misterioso, onde quem sobreviver leva um prêmio bilionário.

Série Roud 6. Foto: reprodução Netflix

Round 6 chamou a atenção pela violência feita através de jogos da infância, não só do país em que a história se passa, como em muitos outros lugares do mundo, como o próprio Brasil.


A Escola Santa Emília – SE que tem alunos do maternal ao nono ano do ensino fundamental, emitiu um aviso aos pais sobre o conteúdo adulto da série que contém cenas que podem ser fortes para os mais jovens.

No aviso, a escola salienta que “uma grande quantidade de crianças e adolescentes já assistiram ou estão assistindo a série, nos causa preocupação pelo teor inapropriado”


Em outro trecho diz que “Contém violência explicita, tortura psicológica, suicídio, tráfico de órgãos, cenas de sexo, ‘pederastia’(sic) e palavras de baixo calão.”

Veja o aviso na íntegra:

Aviso da escola Santa Emília sobre a série

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.