///

Gyselle Soares diz “eu me considero de todas as cores”, após protestos contra sua escolha para protagonizar a ‘escrava’ Esperança Garcia

Ontem (12), houve protestos em frente ao Theatro 4 de Setembro em Teresina/PI, contra a escolha da ex-bbb para o papel.

Começar

Parece brincadeira, mas é sério! A ex-bbb, Gyselle Soares, foi escolhida para ser a protagonista da peça “Uma escrava chamada Esperança”, interpretando Esperança Garcia, mulher que foi escravizada e se tornou primeira advogada negra do país. Contudo, a seleção revoltou ativistas do movimento negro. Por que será? (contém ironia)

Ontem (12), houve protestos em frente ao Theatro 4 de Setembro em Teresina/PI, contra a escolha da ex-bbb para o papel. A ativista da Rede de Mulheres Negras do Piauí, Sônia Terra, diz que interpretação por Gyselle irá embranquecer uma personagem histórica. “As crianças que vão assistir o espetáculo vão ficar na cabeça que a Esperança Garcia é uma pessoa branca”, afirmou a ativista.

A ex-bbb não concorda e afirmou “Eu me considero de todas as cores, sem cor, um ser humano com coração que pode sentir tudo, de todo mundo. Estamos no mundo, somos todos iguais, nossa pele não tem cor, nosso coração não tem cor, não podemos nos definir assim”, desconsiderando todos os índices que demarcam às vivência sociais que dividem a população negra e branca do nosso país.

Alguém aí tem noção e bom senso sobrando para vender para Gyselle?

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.