/

Injúria racial: Mulher é presa após chamar empresária negra de ‘macaca’

Começar

A empresária Fabiana Cunha, de 41 anos, mulher negra, foi vítima do crime de injúria racial em uma agência bancária localizada no Barra Shopping, zona oeste do Rio de Janeiro. A responsável pelo crime é Maria Cristina Rodrigues dos Santos de 52 anos. Ela chamou a empresária de “macaca”. Outras mulheres, inclusive a irmã de Fabiana, que estavam no banco ao redor da confusão no banco também foram ofendidas com agressões verbais.

“Você é ser humano? Não parece. É o diabo em figura de gente, um demônio harmonizado”.

Maria Cristina foi presa em flagrante na tarde desta quarta-feira, 5. Fabiana disse que Maria Cristina entrou na agência para tentar resolver um problema mas não conseguiu. A mulher saiu da agência e tentou passar na frente de 10 pessoas na fila do caixa eletrônico, do lado de fora.

A vítima relatou à imprensa que chamada de “macaca” pela investigada, que ainda chegou a dizer injúrias como: ‘Negro não presta’.

As pessoas começaram a reclamar da situação e foi aí que iniciou uma discussão e a série de ofensas de Maria Cristina. As irmãs acionaram a segurança do shopping e, antes de ser levada para a delegacia, a mulher ainda desferiu ofensas a outras pessoas.

Maria Cristina foi levada para a delegacia por policiais militares e autuada em flagrante por injúria. Ela passará por audiência de custódia nesta sexta, 7. Fabiana disse que pretende seguir com o processo contra a mulher

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD