////

Jogador de Street Fighter conta em live como armou um estupro coletivo para se vingar de mulher

Robinho narra o episódio criminoso durante uma live de game play e diz que convidou oito homens para o estupro

Começar

O jogador de Street Fighter, Robson Pereira, do #TeamPatoz, narrou, entre risos e deboche, um estupro coletivo durante uma live de game play, que ele teria planejado para se vingar de uma menina. 

Robson Pereira, falou do crime durante uma live de game play entre risos e deboches

O jogador cita que ele mantinha um relacionamento com uma menina, que não teve o nome citado durante a live. Segundo Robinho, um primo o chamou de “trouxa” já que, segundo o primo, a moça também mantinha relação sexual com outros meninos. Então, como vingança, Robinho planejou um estupro.

“Fiquei louco mano, ah é? Então tá bom, demorou, peraí”, disse o jogador anunciando o “revange”.

No meio da live, Robinho relata que alcoolizou a jovem e cometeu o crime com mais oito homens

Segundo o relato do próprio jogador, ele teria alcoolizado a jovem de forma proposital e a levado para um “barraco”. Alcoolizada, a moça teria sido surpreendida por oito homens que Robinho teria convidado para o encontro. “Chamei ela pro barraco e chamei oito “maluco”. Disse, hoje ela vai se ferrar, mano”, contou. 

Dando sequência a narração do estupro, ele acha graça enquanto diz que a moça teria sido bastante machucada durante as relações sexuais sem consentimento “Ela se arrebentou toda. Eu zuei também, todo mundo zuou. Esse dia também eu aloprei”, disse o jogador.

No outro dia a menina teria questionado, “por que você fez isso?”, e Robinho respondeu, “eu dava bagulho pra você, você saia da sua casa, pulava dois três malucos aí pra te comer”.

Depois da repercussão na última quinta-feira (06), nas redes sociais, o time do qual Robinho faz parte, #TeamPatoz se pronunciou numa nota, anunciando o desligamento de Robinho e desejando a ele um ótimo futuro e chamando o ocorrido de “tropeço”. “Desejamos de coração que ele tenha um ótimo futuro pela frente, aprenda melhor com os erros da vida e leve cada acerto e tropeço como combustível pra sua evolução pessoal”, disse a nota oficial no twitter.

Nota divulgada pela equipe Patoz da qual Robinho fazia parte

Depois de receber uma chuva de críticas, a equipe apagou o último twit com essa mensagem, deixando visível só o anúncio do desligamento e a mensagem de agradecimento a Robinho. Em nenhum momento a equipe cita providências penais sobre o caso.  

As criticas ao posicionamento da equipe diante do crime se espalharam no twitter

O jogador estava classificado para a Capcom Cup VII, mas a Capcom Fighters já anunciou o desligamento permanente do jogador de qualquer uma das suas competições e ainda cobram as devidas providências das autoridades.

“Nós mantemos uma política de tolerância zero para tais atos e comportamentos, os quais, no mínimo, violam o código de conduta dos jogadores, além de possivelmente infringirem as leis brasileiras, e os quais requerem providências. Dessa forma, Robson “robinho” Oliveira daqui por diante está banido permanentemente de todos os eventos pertencentes ou operados pela Capcom”, disse a nota divulgada no Twitter.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD