/

ONU repudia utilização de crianças de farda militar para promover agenda política de Bolsonaro

ONU declarou que práticas como esta devem ser criminalizadas.

Começar

O Comitê de Direito das Crianças da Organização das Nações Unidas afirmou que “devem ser criminalizadas” práticas como a de Jair Bolsonaro utilizando crianças de fardas para promover sua agenda política. O Comitê declarou ainda que esses processos devem ser penalizados.

A declaração faz parte de uma manifestação escrita em resposta ao questionamento da imprensa e fez referência ao episódio em que Bolsonaro posou para uma foto ao lado de uma criança que vestia farda da Polícia Militar em Belo Horizonte, durante um dos eventos da agenda de mil dias do governo. Ele e a criança seguravam a arma durante as fotos e o evento estava sendo transmitido pela TV Brasil.

A Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente, da qual o Brasil faz parte, proíbe a participação de crianças em hostilidades. O Comitê pediu que o governo retire as imagens do meio de comunicação. Cerca de 80 entidades denunciaram o ato de Bolsonaro à ONU.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.