//

Pega a Pipoca| Marighella: onde assistir o filme mais polêmico da temporada

Começar

O filme “Marighella” causou comoção e despertou reações extremas na internet. além dos que viram e amaram ou não, existiu uma parcela peculiar de pessoas que não viram o filme e mesmo assim odiaram, pelo simples fato de se tratar de um tema que abrange golpe militar e um personagem guerrilheiro, escritor e político que divide opiniões na história brasileira. 

O longa-metragem que tem duas horas e trinta e cinco minutos de duração, foi aplaudido de pé no festival de Berlim de 2019 e rendeu um prêmio de melhor ator no Bari International Film Festival, festival de cinema italiano, para o músico e ator Seu Jorge, que dá a vida a Carlos Marighella. O filme  deveria ter estreado em 2019 no Brasil, entretanto, só ganhou as telas em 2021, após o início do retorno do público às salas de cinema. Segundo o diretor Wagner Moura, o filme sofreu censura do Governo Federal.

“O filme foi proibido de estrear aqui, o que é um absurdo. Fomos atacados desde o começo. Na época em que estávamos financiando, durante as filmagens, fomos ameaçados, depois houve todo o imbróglio com a Ancine” declarou o diretor em entrevista ao site Adorocinema.

Com a pandemia, a estreia do longa ficou mais distante, sendo exibido apenas em novembro deste ano. 

Marighella tem no elenco, Além de Seu Jorge, a grande atriz Adriana Esteves (Destaque em filmes como Benzinho e Mundo Cão), Humberto Carrão (destaque em filmes como Aquarius e Animal Cordial), Bruno Gagliasso (destaque de filmes como todas as canções de amor e Mato sem Cachorro) e Luiz Carlos Vasconcelos (destaque em filmes como Eu, Tu eles e Carandiru). 

Passando por cinemas de todo o Brasil, Marighella foi o primeiro filme dirigido pelo ator Wagner Moura, que se destacou em filmes como Cidade Baixa, Deus é Brasileiro, Tropa de Elite, Romance, Carandiru, entre tantos outros. 

E ai BT, onde ou vejo o filme?

Depois de tantas controvérsias, o longa agora faz parte do catálogo do serviço de Streaming da Globo Play.    

Mas pra quem quer ver a história em telas de cinema, ainda dá tempo. 

Dado o sucesso de público, o Cine Líbero Luxardo decidiu retomar a exibição em suas telas: Marighella estará em cartaz novamente nos dias 16, 17, 18, 19, 21 e 22 de dezembro às 15:10. 

O ingresso é vendido 1 hora antes da exibição e é obrigatório o uso de máscara e a apresentação do cartão de vacinação.  Valor: Inteira R$ 12,00 e meia entrada R$6,00. 

A Universidade Federal do Pará – UFPA exibirá o filme GRATUITAMENTE em exibição única no dia seis de dezembro às 16 horas no auditório Benedito Nunes dentro da UFPA. 

A exibição é promovida pela vereadora Lívia Duarte (PSOL), pelo Movimento dos Sem Terra (MST) e Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB). 

Com apoio da UFPA e da Prefeitura de Belém, a  exibição também terá presença do ator Luiz Carlos Vasconcelos, que no longa interpreta “Branco”, personagem que foi inspirado em Joaquim Câmara Ferreira, braço direito de Marighella na Ação Libertadora Nacional (ALN). 

“O cinema precisa ser para o povo, e nesse sentido que nossos esforços foram para que a população tenha acesso a esse espaço, principalmente se tratando de um filme que conta sobre a vida de um dos maiores líderes contra a Ditadura”, Declarou a vereadora. 

O uso de máscara e apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 são obrigatórios para entrar no auditório. Classificação indicativa 16 anos. 

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD