/

Professor preso acusado de estupro de vulnerável tem recurso negado pelo STJ

Começar

Adalberto Siqueira Sanches Júnior, ex-professor do Colégio Marista de Belém, continuará preso após o Superior Tribunal de Justiça negar um recurso da defesa. Ele está preso desde o dia 17 de agosto acusado do crime de estupro de vulnerável contra crianças de 8 e 12 anos. 

Os advogados de Adalberto pediram a revogação da prisão alegando que ele é réu primário, tem bons antecedentes e residência, entre outras justificativas. O STJ entendeu,  no entanto, que as condições apontadas, por si sós, desconstituem a custódia processual.

O acusado permanece na prisão.

Em outubro, um pedido de habeas corpus já havia sido solicitado ao Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), pela defesa do réu, afirmando constrangimento ilegal. O TJPA negou o pedido.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD