//

Novo golpe na praça: Quadrilha faz restaurante ter prejuízo de 27 mil reais

Começar

Na noite de ontem, 19, uma denúncia foi feita pelo proprietário do restaurante Sushi Ruy Barbosa, em Belém

Segundo o proprietário do estabelecimento, no dia 14 de outubro, última quarta feira, dois homens  que se passaram por clientes do local, fizeram pedidos e consumiram normalmente.

Ao fim do consumo, um dos suspeitos pediu para que a máquina de cartões de crédito e débito fosse levada até a mesa para o pagamento da conta.   

No momento em que o funcionário se vira para buscar o produto, o homem pega outra máquina de cartões adulterada que estava bolso da calça e deixa escondido embaixo da mesa.

Enquanto o primeiro suspeito distrai o garçom com perguntas e mostrando o menu do restaurante, o segundo homem que deveria estar efetuando o pagamento da conta na maquininha do estabelecimento, faz a troca dos produtos e entrega uma outra máquina fraudada para o garçom. Ou seja, tudo que foi pago depois da troca, de todos os clientes que usaram essa máquina trocada pelos bandidos, foi depositado na conta dos criminosos. O resultado foi prejuízo para o restaurante.

A maquininha de cartão original, que pertence ao restaurante e que tem os valores pagos depositados na conta do estabelecimento, foi levada pela dupla.

Toda a ação é filmada por câmeras de segurança do Sushi Ruy Barbosa.

No vídeo, que já circula pelas redes sociais, você pode ver o momento da troca das máquinas.

O vídeo da ação dos suspeitos

O proprietário do restaurante contou à polícia que percebeu que algo estava errado quando os valores dos consumidores que pagam com a máquina de cartões em questão, não foram depositados em sua conta como normalmente acontece todos os dias. 

O prejuízo teria sido de aproximadamente 27 mil reais, e segundo a vítima. A máquina de cartões trocada estaria registrada no CPF de um “laranja” que recebe os valores lá depositados via cartão. Também de acordo com o proprietário o crime já estaria acontecendo em outros locais do país e já teria acontecido também em outros estabelecimentos de Belém.

O BT entrou em contanto com a polícia civil através de nota para saber se crimes similares foram registrados e estão sendo investigados na capital. Aguardamos o retorno.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD