/

Racismo e misoginia: empresário agride mulher e depreda carro. Ele foi liberado após pagar fiança

Começar

O empresário Ênio César de Barcelos atacou a personal trainer Paula Ferreira e quebrou o carro dela após uma briga de trânsito. O caso aconteceu em Taguatinga, no Distrito Federal, no último domingo. As imagens chocantes circularam nas redes sociais.

Segundo Paula, ela encostou acidentalmente o carro dela no de Ênio em um posto de gasolina após calibrar o pneu do veículo. Ela precisou dar uma ré e, sem perceber o carro do empresário logo atrás, acabou encostando no veículo. A vítima disse que deu seu contato para o agressor garantindo que arcaria com o prejuízo.

Depois do acerto, o empresário iniciou os ataques à personal. Ele a fechou no posto e gritou que ela tinha batido no carro dele. Depois disso, Ênio iniciou uma perseguição à Paula e quando pararam em um sinal ele depredou o veículo dela. O empresário agrediu a vítima física e verbalmente. Ele pulou em cima do automóvel e chutou o pára-brisa até quebrar o vidro. 

Violento, ele puxa Paula pelo braço enquanto uma criança de 9 anos e a mãe de Paula, que estavam dentro do carro, pediam socorro. Outras duas mulheres estavam com ela e tentaram intervir. A vítima foi chamada de “noiada” e “preta safada” por Ênio e ficou machucada no braço após as agressões. Em depoimento à polícia, ele alegou fazer uso de medicação controlada e disse que, no dia do crime, ele não havia tomado o medicamento. Ele foi liberado. Ênio disse ainda que a empresária estava alterada e passou o número de telefone errado para ele. Ele confessou que depredou o carro de Paula e disse que ela estava bêbada ou drogada. 

O agressor chegou a ser detido, mas foi liberado após pagar fiança de R$5 mil.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD